Documento sem título
 
 
   
     
 
 
 
Notícias e Dicas
 
Notícia - Dermatite Atópica: você sabe o que é? 11/10/2019
Dermatite Atópica: você sabe o que é?

Os sintomas vão desde coceira intensa e prolongada à lesões na pele. Estamos falando da Dermatite Atópica, doença que apesar de relativamente comum, ainda gera muitas dúvidas, desinformação e preconceito.

Afinal, o que é Dermatite Atópica?

A Dermatite Atópica é uma doença genética, inflamatória, crônica e ainda sem cura. É importante dizer também que a D.A (como é conhecida), não é uma doença contagiosa. Ela é um dos tipos mais comuns de alergia de pele e se caracteriza pelas lesões – que em casos mais graves – podem tomar conta de boa parte do corpo.


Cicatrizes que vão além da pele…

Lidar com a Dermatite Atópica não é uma tarefa fácil. É um verdadeiro desafio para o atópico e para quem convive com essa situação. Muitas vezes enfrentar a Dermatite Atópica gera angústia, ansiedade e medo. Quem passa por isso, dia a dia, sabe o quanto uma doença como essa, pode mexer com o psicológico e levar ao esgotamento emocional e físico.

Mencionamos o esgotamento físico também, porque o atópico pode sentir uma coceira intensa e contínua no corpo durante doze horas ou mais por dia. Ou seja, motivo suficiente para levar qualquer pessoa ao esgotamento.

Além disso, a insônia é uma das características da dermatite. Isso porque a inflamação gera uma dificuldade para dormir. Especialistas afirmam que mais de 55% dos atópicos tem dificuldades de dormir em 5 noites ou mais por semana. As horas de sono também são escassas.

Pesquisas mostram também que o rendimento escolar e profissonal dos atópicos pode ser comprometido. Além da doença afetar as interações sociais e também as relações pessoais, seja por conta da vergonha e baixa autoestima; seja pelos sintomas da doença ou até mesmo pela quantidade de remédios, que causam mal estar e cansaço.

Todo esse stress causa cicatrizes muito mais profundas, que vão além das deixadas na pele. Mais da metade das pessoas que sofrem com a Dermatite Atópica, sofrem também de ansiedade e depressão.

E a impressão que se tem – pela falta de informação sobre o assunto – é que se está enfrentando essa doença, sozinho. Mas não. Cerca de 20% das crianças a nível mundial, sofrem da dermatite. A doença na grande maioria das vezes vem acompanhada de asma e rinite e é detectada ainda na infância, nos primeiros meses de vida.

É sabido também, que cerca de 60% dos atópicos tem uma melhora significativa ou o desaparecimento do sintomas até a fase da puberdade. Quem não tem essa “sorte”, precisa aprender a conviver com a doença e a controlar os sintomas que duram uma vida inteira.

Fatores desencadeantes e tratamento

A Dermatite Atópica é uma doença sem cura, que passa por períodos cíclicos de crises agudas e remissão. Apesar disso, é possível manter um controle da doença na maioria dos casos, se o paciente, estiver afastados de fatores que podem desencadear o agravamento da dermatite, tais como: pele seca, alguns tipos de tecidos, poeira, produtos de limpeza em geral, certos alimentos, mudanças bruscas de temperatura e stress emocional.

Quem tem a D.A sabe exatamente que anti-histamínicos, hidratantes e pomadas fazem parte do dia a dia para controlar os sintomas da doença. Além disso, corticoide e antibióticos (quando há infecção nas lesões da pele), podem ser indicados pelo médico para um tratamento mais efetivo.

É fundamental dizer que a Dermatite Atópica necessita de um acompanhamento próximo, onde o especialista vai indicar o melhor tipo de tratamento e os medicamentos necessários para cada caso.

Fonte: Superela
 
Fale com o Farmacêutico
Tire suas dúvidas sobre este medicamento.
 
Solicite um Orçamento
Utilize nosso serviço de orçamento online.
 
Atenção
Não use medicamento sem orientação médica.
 
Documento sem título
 
 
 
   
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados
Produzido por FrameSet